Seminário “Rompendo as Muralhas da Alma”

Faça sua inscrição! Pague via Pix

*Use o CNPJ da Igreja nº 97535106000121

Para confirmar sua Inscrição envie o comprovante para o WhatsApp

(21) 98640-6477 [Aline]

Seminário "Rompendo as Muralhas da Alma."

O Seminário “Rompendo as Muralhas da Alma” é ministrada pelo Pr Carlos Silvério onde será abordado temas como: Orfandade, Rejeição, Medo, Amargura transformada em orgulho; Religiosidade; Idolatria; Família com ambiente de cura e outros temas que terão como propósito ministrar cura e libertação de emoções negativas que impedem o seu crescimento como filho e filha de Deus.

O Pr. Carlos Silvério é um mestre em extrair da bíblia temas e ministrações que promovem cura e transformações profundas em nossa vida espiritual e emocional. 

Veja os temas das ministrações abaixo:

Temas

Como base nas 13 voltas das muralhas de Jericó, os temas servirão para criarmos um alicerce comum para os mesmos, buscando cura e restauração da alma, para desenvolvermos relacionamentos sadios buscando o crescimento da igreja (qualitativo e quantitativo).

O que será Ministrado?

1 – Orfandade

(Sl 68,5) Pai dos órfãos e juiz das viúvas é Deus em sua santa morada.
(Jo 4,18) Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.

Será abordada a importância de conhecer e se relacionar com um Deus que é Pai, pois sabemos que a orfandade castra emocionalmente os filhos.

Objetivo: Alinhar os desvios que muitas vezes trazemos por conta do mau relacionamento com o pai terreno.

2 – Rejeição

(Sl 27,10) Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá.
(Lc 17,25) Mas antes é necessário que ele sofra muito e seja rejeitado por esta geração.
(Jo 6,37) Todo aquele que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei.

Objetivo: Levar a consciência que a rejeição é uma ferida profunda e deve dar lugar ao perdão, para não haver competição e o desejo de vencer a qualquer custo, e termos consciência que somos aceitos pelo Senhor para ter uma vida cristã saudável.

3 – Medo

(Rm 8,15) Pois vós não recebestes um espírito que vos escravize para andardes, uma vez mais, atemorizados, mas recebestes o Espírito que os adota como filhos, por intermédio do qual podemos clamar: “Abba, Pai!”.

O espírito do medo precisa dar lugar ao espírito de ousadia liberado pelo pleno conhecimento do amor do Pai, pois o verdadeiro Amor lança fora todo medo.

Objetivo: Romper com as prisões de medo que trancam a alma e não permite que sejamos livres para o propósito do Senhor para cada um

4 – Amargura e Orgulho

(Tg 4,6) Antes, ele dá maior graça; pelo que diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.
(Fp 2,3-4) Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.

Entender a necessidade de tirar do nosso coração toda amargura e orgulho como filhos, por intermédio do qual podemos clamar: “Abba, Pai!”.

O espírito do medo precisa dar lugar ao espírito de ousadia liberado pelo pleno conhecimento do amor do Pai, pois o verdadeiro Amor lança fora todo medo.

Objetivo: Romper com as prisões de medo que trancam a alma e não permite que sejamos livres para o propósito do Senhor para cada um de seus filhos..

5 – Religiosidade / Incredulidade

(Mt 23,27) Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia!

(Lc 9.41) Ó geração sem fé e perversa! Até quando estarei convosco e sofrerei com vossa incredulidade?

Objetivo: Aprender que precisamos de uma profunda convicção de nossa fé e da graça de Deus, não confiando em forças e crenças humanas para o desenvolvimento da vida cristã e da obra de Deus.

6 – Idolatria / Temor

(1Cor 10,7) Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles; porquanto está escrito: O povo assentou-se para comer e beber e levantou-se para divertir-se.

Objetivo: Aprender que precisamos separar o Santo do Profano, se despindo de todo ego e culto às virtudes humanas. Nem mesmo nosso ministério a Deus deve ocupar o lugar da vida de intimidade com Deus. Não podemos idolatrar cargos ou posições, a exemplo de Saul que perdeu o temor e foi perdendo a essência de Deus em sua vida.

7 – Mamon

(Mt 6,24) Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e a Mamon.

Objetivo: Aprender a importância da vida financeira livre da escravidão de Mamon e que o amor ao dinheiro tem sido a porta para a infiltração da maçonaria dentro das igrejas.

8 –Rebelião / Feitiçaria

(ISm 15,23) Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniquidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não seja rei.

(Nm 16,8) Moisés disse também a Corá: “Agora ouçam-me, levitas! 9 Não lhes é suficiente que o Deus de Israel os tenha separado do restante da comunidade de Israel e os tenha trazido para junto de si a fim de realizarem o trabalho no tabernáculo do SENHOR e para estarem preparados para servir a comunidade? 10 Ele trouxe você e todos os seus irmãos levitas para junto dele, e agora vocês querem também o sacerdócio? 11 É contra o SENHOR que você e todos os seus seguidores se ajuntaram! Quem é Arão, para que se queixem contra ele?”

Objetivo: Aprender que não podemos abrigar em nosso coração, fofocas, intrigas, e facções dentro do corpo de Cristo. Precisamos com amor e submissão, render nossas opiniões ao senhorio de Cristo.

9 –Espírito da Sensualidade / Encantamento

(Os 4,11-12) A sensualidade, o vinho e o mosto tiram o entendimento. O meu povo consulta a sua madeira, e a sua vara lhe responde, porque o espírito da prostituição os enganou, eles, prostituindo-se, abandonaram o seu Deus.

(Ef 4,17-20) Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração, os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza. Mas não foi assim que aprendeste a Cristo.

Objetivo: Tratar as distorções na área sexual, confrontando também a idolatria ao prazer desenfreado e a falta de temor a Deus.

10 – Depressão / Ansiedade

(Pv 12,25) A ansiedade no coração do homem o deprime, mas a boa palavra o alegra.

(Sl 42,11a) Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim.

(1Pe 5,7) Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.

(Sl 94,19) Quando a ansiedade já me dominava no íntimo, o teu consolo trouxe auxilio a minha alma.

Objetivo: Aprender que o Senhor quer nos levar às águas de refrigério e nos livrar de toda aflição e cansaço da nossa alma.

11 – Vida no Espírito x Vida na Alma

(Rm 8,13) Porque, se viverdes de acordo com a carne, certamente morrereis; no entanto, se pelo Espírito fizerdes morrer os atos do corpo, vivereis.

Objetivo: Estabelecer o Governo do Espírito ao nosso espírito, alma e corpo. Com isso nos livrar do governo da alma, que traz frustração e muitas discórdias no Corpo de Cristo, na família e em geral nas relações humanas.

12 – Família: Um ambiente de cura

(Jz 11,1-2) Era então Jefté, o gileadita, homem valoroso, porém filho de uma prostituta; mas Gileade gerara a Jefté. Também a mulher de Gileade lhe deu filhos, e, sendo os filhos desta mulher já grandes, expulsaram a Jefté, e lhe disseram: Não herdarás na casa de nosso pai, porque és filho de outra mulher.

Objetivo: Tratar as questões de traumas e dores em família levando a necessidade de perdão, para potencializarmos virtudes, descobrirmos dons e chamados.

13 – Vinho novo em odres novos

(Mt 9,17) Nem se deita vinho novo em odres velhos; aliás rompem-se os odres, e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; mas deita-se vinho novo em odres novos, e assim ambos se conservam.

Objetivo: Levar a cada integrante o desejo profundo de ser transformado a cada dia para que o vinho novo de Deus não rompa o odre (homem), mas permaneça.

Programação | Evento

Dia: 11 – Sábado

Check-in: 15h

Início: 16h

Término: 21h30

Coffe-Break:18h30

Culto de Encerramento

Dia: 12 – Domingo

Início: 9h30

Término: 11h30

Faça sua inscrição! Pague via Pix

Para confirmar sua Inscrição envie o comprovante para o WhatsApp

(21) 98640-6477 [Aline]